quarta-feira, 25 de novembro de 2009

25 de Novembro


Se o 25 de Abril foi importante pois abriu o caminho para a democracia e liberdade, o 25 de Novembro foi fundamental porque assegurou o estabelecimento da democracia e a recuperação da liberdade.
Dois nomes claramente se destacam como responsáveis pela reposição da normalidade democrática em Portugal: Jaime Neves e Ramalho Eanes.

Obrigado!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Primeira reunião da Assembleia Municipal de Lisboa

Realizou-se hoje a primeira reunião da Assembleia Municipal de Lisboa. O PSD, que honrosamente lidero, afirmou-se como maior grupo representado na AML.

Uma reunião de que destacaria o sucesso que obtivemos na aprovação de duas importantes moções que foram iniciativa do PSD, a saber: defesa da reabertura da esquadra da PSP na Praça da Alegria e uma outra manifestando oposição à ampliação do Terminal de Contentores de Alcântara e concretização do negócio do prolongamento da concessão sem concurso público.

Da declaração política que fiz, destaco o seguinte:

Relativamente à consequência política da vontade expressa pelos Lisboetas: Os eleitores ditaram que o Partido Socialista não tivesse maioria na Assembleia Municipal de Lisboa.

Lisboa deu de uma forma clara aos partidos da oposição os votos maioritários nesta Assembleia.

Esta condição maioritária da oposição obriga, forçosamente, a uma adequação da postura do Executivo Municipal a esta realidade democrática.

Mas sobretudo o que a vontade expressa pelos lisboetas conferiu foi o poder efectivo para que a oposição exerça o seu mandato com a responsabilidade de moderar e intervir decisivamente no rumo do governo da cidade através de uma fiscalização efectiva.

Que fique claro! - Os lisboetas quiseram que a oposição tivesse maior relevo na Assembleia Municipal.

(...)

Enquanto eleitos, não duvide senhor presidente da câmara, senhores vereadores e senhores deputados, que desejamos igualmente o sucesso do governo de Lisboa no que isso significa de desenvolvimento da cidade e das condições de vida dos lisboetas.

Com a legitimidade do voto de confiança que obtivemos por parte dos lisboetas, exerceremos de forma firme o nosso mandato não abdicando de procurarmos sempre influenciar o governo da cidade e não esquecendo que, no conjunto, esta assembleia tem condições para influenciar decisivamente o rumo da cidade.

É para exercermos o mandato com sentido, com responsabilidade mas com firmeza na defesa da visão do PSD para o desenvolvimento de Lisboa que nos propormos dar início a este mandato.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Dias do Mar


foto de Pedro Libório

Hoje parece que é o dia nacional do Mar. Digo "parece" porque há pouca gente a dar por isso. Acresce que comemorar o dia do mar nesta altura do ano só para que não se comemore junto dele, pois só com muita sorte (e este ano não é seguramente) é que o dia está convidativo para "conviver" com o Mar...

De resto, do que pesquisei, só mesmo a "Estrtutura de Missão para os Assuntos do Mar" é que tem uma vaga ideia de ser o dia nacional comemorativo do Mar. Digo "vaga ideia" porque assim mesmo, o único programa comemorativo que está publicado é relativo ao ano de 2008...

Francamente gostava de saber quem se lembrou de escolher este dia, nesta época do ano para comemorar o mar. E também gostava de saber porque não se fez coincidir a comemoração deste dia com o Dia Europeu do Mar que se comemora a 20 de Maio, ou com o Dia Mundial do Mar que se comemora a 25 de Setembro, ou mesmo com o Dia Mundial dos Oceanos que se comemora a 8 de Junho. Talvez houvesse mais gente a dar por isso e talvez fosse possível comemora-lo com actividades marítimas como compete...

O desporto de que ninguém fala...


Ginástica: Portugal campeão do mundo de duplo mini-trampolim. Foto e mais informação aqui.


Taça Mundo ginástica: Gustavo Simões garante bronze nas argolas. Foto e mais informação aqui.





Kickboxing: António Sousa (88kg) campeão do Mundo. Foto e mais informação aqui.

domingo, 15 de novembro de 2009

Concessão do Terminal de Contentores de Alcântara em discussão


O Instituto Francisco Sá Carneiro promove a discussão sobre temas da actualidade. Aqui fica um dos temas em discussão.

O contrato de concessão do Terminal de Contentores de Alcântara tem muito que se lhe diga. Fica aqui o desafio para que comente. Aqui.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Liderança da bancada do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa na imprensa

António Prôa é novo líder da bancada laranja na AML
Sol - ‎11 de Nov de 2009‎
«O que importa agora é trabalharmos todos juntos com serenidade e eficácia por Lisboa», disse Pedro Santana Lopes em declarações ao SOL, desvalorizando o ...

Prôa lidera PSD na Assembleia Municipal de Lisboa
Expresso - ‎11 de Nov de 2009‎
Manuel Falcão, candidato que tinha o apoio de Pedro Santana Lopes, disputou quase até ao fim a chefia dos deputados municipais sociais-democratas. ...

Lisboa: António Prôa eleito líder da bancada do PSD
Diário Digital - ‎11 de Nov de 2009‎
António Prôa foi hoje eleito líder da bancada social-democrata na Assembleia Municipal de Lisboa, derrotando o cabeça-de-lista do PSD àquele órgão, ...

Liderança da bancada do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa

O processo eleitoral para escolher a Direcção do Grupo de Lista do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa está concluído. Duas listas em confronto: uma encabeçada por mim próprio e em alternativa uma outra encabeçada por Manuel Falcão. Venceu a primeira: 22-16.

Eram duas candidaturas com géneses e propósitos distintos e claramente afirmados. Os deputados municipais do PSD escolheram. Tudo esclarecido. Definida a liderança, todos serão chamados a assumir as suas responsabilidades e a participar enquanto eleitos.

Agora é tempo de concentrar o esforço na defesa dos interesses da cidade e dos lisboetas.

Na Assembleia Municipal de Lisboa, por vontade dos lisboetas, o partido socialista não obteve maioria absoluta. O PSD assumirá a sua responsabilidade de fiscalizar e de corrigir, sempre que considere necessário, a acção da câmara municipal. Será uma oposição atenta e construtiva.

O PSD procurará afirmar-se na assembleia municipal enquanto alternativa na cidade de Lisboa e desenvolverá a sua acção baseada na articulação com as estruturas do PSD e com os demais eleitos no respeito das respectivas autonomias.

Razões da candidatura à liderança do Grupo de Lista do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa

Decidi candidatar-me à liderança do Grupo de Lista do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa.

A reflexão que me conduziu a encarar este desafio teve em conta a experiência e o conhecimento que adquiri, com muitos de vós, ao longo de um percurso de trabalho autárquico desenvolvido em Lisboa, na oposição e com responsabilidades executivas, primeiro numa junta de freguesia, depois na assembleia municipal e, também, na câmara municipal. Mas foi o gosto pelas coisas de Lisboa, e a vontade em defender as posições do PSD sobre as políticas para a cidade, que determinaram o meu propósito de estar na frente da oposição à maioria socialista em Lisboa.

Acresce a esta disponibilidade e vontade pessoal, o conhecimento e bom relacionamento com os meus colegas deputados municipais, com quem, na grande maioria, além do conhecimento pessoal e político, partilhei objectivos, projectos e responsabilidades autárquicas. Confirmei, assim, a viabilidade de poder formar uma equipa politicamente eficaz. É que, sendo este um trabalho que deve ser desenvolvido em equipa, não faria sentido assumir responsabilidades sem conhecer bem os meus pares.

Tomei esta decisão após ter recebido o incentivo de muitos presidentes de Junta de Freguesia e demais deputados eleitos e depois de ter auscultado a opinião das estruturas com competência na coordenação autárquica – Secções e Comissão Política Distrital. Sendo eleito pelo PSD, para mim não faria qualquer sentido assumir responsabilidades de representação do meu Partido sem sentir a confiança das estruturas partidárias que propuseram a lista candidata à assembleia municipal.

No quadro dos resultados eleitorais, e devido, em grande parte, ao magnífico resultado que o PSD obteve nas assembleias de freguesia, será, na assembleia municipal, que residirá o espaço de oposição que pode condicionar o partido socialista na gestão da cidade. Temos de garantir que será o PSD a liderar a oposição na assembleia municipal.

Encaro esta tarefa com a responsabilidade de representar e defender os pontos de vista do PSD, o seu programa e as propostas que apresenta para a cidade, bem como o trabalho desenvolvido pelos autarcas eleitos e que assumiram funções nas juntas e assembleias de freguesia, bem como na câmara e assembleia municipal. O nosso papel enquanto representantes do PSD vai muito para além de nos representarmos no presente. Somos herdeiros do trabalho que outros, no passado, fizeram em Lisboa, em nome do PSD, e temos a obrigação de prepararmos o futuro para que o PSD volte a liderar os destinos de Lisboa.

Candidato-me pois, à liderança do Grupo de Lista do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa, com a convicção de que reunirei uma equipa com condições de experiência, conhecimento, articulação, confiança e determinação para fazer oposição na assembleia municipal, representando o PSD na defesa do seu programa, das suas propostas e do interesse da cidade e dos lisboetas.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Instituto Sá carneiro retoma discussão de temas da Política Nacional


Num período da vida partidária em que muitos reclamam a discussão interna e a clarificação de ideias e propostas, o Instituto Sá Carneiro, liderado (e bem) por Alexandre Relvas, retoma o seu papel de catalizador da reflexão no PSD, procurando colher a opinião da sociedade.


Vale a pena visitar o site do instituto aqui.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

M 80



Only time will tell, Asia, 1982

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Por Lisboa, em nome do PSD

Hoje, às 17h, vou tomar posse como deputado na Assembleia Municipal de Lisboa eleito pelo PSD. Regresso a uma casa por onde já passei e que conheço bem. Com a cidade e os lisboetas como preocupação central, serei intransigente na defesa dos pontos de vista do PSD que quero cultivar e partilhar com quem devo lealdade: o PSD e os seus autarcas eleitos. Por Lisboa, em nome do PSD! É esse o meu compromisso.